Brasil reporta 1.119 mortos e 59.826 casos nas últimas 24 horas

30 de Janeiro 2021

O Brasil, país lusófono mais afetado pela pandemia, registou 1.119 mortos e 59.826 casos de infeção pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, segundo reportaram hoje as autoridades de saúde brasileiras.

De acordo com o Ministério da Saúde local, o Brasil totaliza 222.666 óbitos devido à covid-19 e os casos positivos chegam a 9.118.513 desde o registo da primeira infeção no país, há cerca de 11 meses.

Das 27 unidades federativas que constituem o país sul-americano, São Paulo é o foco da pandemia, concentrando 1.759.957 diagnósticos de infeção, sendo seguido por Minas Gerais (721.967), Bahia (581.880) e Santa Catarina (573.104).

Já os estados com mais óbitos são São Paulo (52.722), Rio de Janeiro (29.523), Minas Gerais (14.819) e Rio Grande do Sul (10.615).

No momento, a taxa de letalidade da doença no país está fixada em 2,4%, enquanto que a taxa de incidência é de 106 mortes e 4.339 casos por 100 mil habitantes.

Em relação ao total de recuperações, o Brasil ocupa o terceiro lugar mundial, com 7,9 milhões de pacientes recuperados da doença, atrás dos Estados Unidos e da Índia. Por outro lado, 935.204 cidadãos infetados permanecem sob acompanhamento médico no país.

Quatro dias após o Supremo Tribunal Federal (STF) brasileiro ter autorizado uma investigação à conduta do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, pelo colapso da saúde pública de Manaus, a Polícia Federal (PF) procedeu hoje à abertura desse inquérito.

O juiz do STF Ricardo Lewandowski deu ordens para que a PF recolha o depoimento de Pazuello, depois de partidos da oposição terem relatado omissão por parte do ministro e dos seus auxiliares no combate à crise de saúde que se instalou no estado do Amazonas, cuja capital, Manaus, viu pacientes morrerem asfixiados por falta de oxigénio nas unidades de saúde.

Segundo o portal de notícias G1, a investigação deve tramitar no Serviço de Inquéritos Especiais (Sinq) porque Pazuello, na condição de ministro, tem “foro privilegiado”.

No Brasil, foro privilegiado é um direito concedido a algumas autoridades que ocupam cargos públicos, permitindo que os ocupantes desses cargos não sejam julgados pela justiça comum (primeira instância) como acontece normalmente com os processos.

Tendo em conta que a investigação ainda se encontra numa fase inicial, Lewandowski decidiu que Pazuello terá a prerrogativa de marcar o dia, horário e local para ser ouvido em depoimento pela Polícia Federal.

Na denúncia enviada ao STF, a Procuradoria-Geral da República indicou que o Ministério da Saúde recebeu informações sobre um possível colapso do sistema de saúde na capital do Amazonas ainda em dezembro, mas só enviou representantes à região em janeiro deste ano.

O colapso sanitário de Manaus, que elevou significativamente as mortes por covid-19, obrigou o executivo do Amazonas a montar uma operação para transportar dezenas de doentes infetados para outras cidades.

A escassez de oxigénio nos hospitais da região causou a morte por asfixia a mais de 50 pessoas nas últimas semanas, principalmente nas cidades do interior, segundo cálculos do Ministério Público.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.191.865 mortos resultantes de mais de 101 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

IPG acolhe polo do Centro de Envelhecimento Ativo

O Instituto Politécnico da Guarda (IPG) vai acolher um polo do Centro de Competências de Envelhecimento Ativo, que irá desenvolver atividades para criar melhores condições de vida aos idosos da região.

UC integra estudo mundial sobre aumento da obesidade

Mais de um bilião de pessoas vivem atualmente com obesidade no mundo, segundo um estudo internacional em que participaram investigadores da Universidade de Coimbra (UC), divulgou a instituição.

Quinze ULS terão equipas dedicadas na área da Saúde Mental

Os primeiros Centros de Responsabilidade Integrados dedicados à Saúde Mental vão arrancar em 15 Unidades Locais de Saúde, numa primeira fase em projeto-piloto e durante 10 meses, segundo uma portaria publicada em Diário da República.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights